4 tratamentos naturais para estrias

As estrias são cicatrizes que se formam quando ocorre o rompimento das fibras colágenas e elásticas da pele. Elas são causadas pelo estiramento cutâneo repentino, e o seu aspecto pode impactar negativamente a autoestima. Tão incômodas quanto comuns, as estrias atingem 8 em cada 10 mulheres no mundo. E não importa se elas surgem nos glúteos, nas coxas, na barriga, nas costas ou nos seios! Elas realmente podem causar insatisfação com a autoimagem.

A boa notícia é que existem várias maneiras de tratar as estrias. A dermatologia avançou muito nas últimas décadas e hoje existem cremes tópicos com ácido retinoico, aplicações de ácido glicólico e ascórbico, peeling, subcisão, dermoabrasão, luz pulsada, intradermoterapia, MMP®, microagulhamento e tratamentos a laser muito eficazes para combatê-las. Além disso,  medidas naturais também podem ser úteis para amenizar e prevenir esse problema. Conheça a seguir algumas delas:

Tomar bastante água

Beber por volta de dois litros de água por dia não vai diminuir as estrias, mas ajuda a prevenir o aparecimento de novas marcas. A pele é o primeiro órgão do corpo que se desidrata e, quando isso acontece, ela fica mais propensa ao surgimento de estrias. Sendo assim, procure se hidratar de dentro para fora, a fim de impedir o rompimento das fibras de colágeno e elastina.

Adotar uma alimentação saudável

A alimentação de qualidade também interfere diretamente na saúde e na beleza da pele, pois auxilia na nutrição, fornecendo vitaminas e sais minerais essenciais. Além de benefícios nutritivos, uma alimentação equilibrada contribui para a manutenção do peso, um dos fatores mais importantes na prevenção das estrias. Alguns alimentos ricos em vitamina C, vitamina E, silício devem ser incluídos no cardápio, uma vez que apresentam propriedades anti-inflamatórias e cicatrizantes. É o caso do kiwi, laranja, acerola, abacaxi, ostras, avelã, gérmen de trigo, amêndoas, óleos vegetais, milho, aveia, arroz e frutos do mar.

Praticar exercícios físicos

As estrias costumam aparecer quando a pessoa engorda ou emagrece em pouco tempo, provocando assim o estiramento da pele. Por isso, é tão importante controlar o peso também pela prática de exercícios. Mesmo na gravidez, período em que alguns quilinhos a mais são completamente aceitáveis, é importante se manter ativa e evitar excessos alimentares para não ganhar muito peso.

Usar óleos naturais no corpo

Outra forma simples e natural de evitar as estrias é apostar em óleos vegetais. Os que contam com ativos como amêndoas, sementes de uva e rosa mosqueta na composição não fazem milagres, mas atuam como coadjuvantes na prevenção das temidas cicatrizes na pele. Por manterem a pele mais hidratada, eles podem também melhorar a aparência cutânea. Só não espere que os óleos apaguem as marcas brancas ou vermelhas. Eles não têm esse poder!

Ficar em dia com as consultas dermatológicas

Para prevenir e tratar as estrias, o ideal é ficar em dia com as consultas dermatológicas. A importância da avaliação médica se realça ainda mais devido à existência de formas distintas de estrias. O dermatologista vai avaliar sua pele e identificar qual é o tipo de cicatriz, indicando o tratamento mais adequado para o caso. Se for preciso, ele recomendará procedimentos estéticos muito mais efetivos do que os tratamentos naturais.

Ah, e antes de aplicar qualquer receita caseira para estrias, converse com o médico para garantir que a opção é segura. Lembre-se de que, além de serem pouco eficazes, algumas soluções caseiras podem causar danos à pele. Um exemplo é o limão, fruta que pode manchar a superfície cutânea quando a pessoa se expõe ao sol.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como dermatologista em São Paulo e Belo Horizonte!

Por: Dra. Ana Paula Coelho

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *