8 dicas para tratar o cabelo oleoso

A oleosidade excessiva do cabelo é um problema multifatorial. Ela é resultado do aumento de produção de sebo pelas glândulas sebáceas do organismo e pode ocorrer por razões que incluem predisposição genética, alterações hormonais, estresse, exposição excessiva ao sol, uso de produtos inadequados e alimentação gordurosa.

Quem tem cabelo oleoso sabe que isso não é nada agradável, já que os fios ficam com um aspecto sujo, pesado e sem movimento. No entanto, existem maneiras simples e eficientes de tratar esse inconveniente problema. Confira sete dicas para conquistar madeixas impecáveis e livres do excesso de óleo!

1-Evite lavar o cabelo oleoso com água quente

 

Temperatura muito elevada não deve fazer parte da rotina de lavagem dos cabelos oleosos. A água excessivamente quente prejudica a beleza e a saúde dos fios, deixando-os mais sensíveis. Além disso, ela desregula a camada hidrolipídica do couro cabeludo, produzindo oleosidade demasiada. Prefira sempre a água morna ou fria para a higienização.

2-Use produtos específicos para cabelos oleosos

 

Se você tem cabelos oleosos, nada de usar produtos genéricos. Aposte em shampoos e condicionadores específicos para o seu tipo de cabelo. Caso a oleosidade esteja concentrada apenas na raiz, recorra a produtos para cabelos mistos. Já se a oleosidade se estender por todo comprimento, o mais indicado é investir em uma linha de cosméticos capilares para fios oleosos. Converse com o seu dermatologista para saber qual é a melhor opção para o seu caso.

3-Lave os cabelos regularmente

 

Não fique muito tempo sem lavar o cabelo oleoso! É recomendável que a lavagem seja feita todos os dias ou em dias alternados. Ao contrário do que muitos imaginam, desde que se utilize os produtos corretos, a lavagem diária não é prejudicial para os fios. Na verdade, a prática deixa os cabelos mais leves e soltos, especialmente se a pessoa pratica exercícios e possui muito suor na região.

4-Utilize quantidades moderadas de cremes e condicionadores

 

Para não aumentar a oleosidade do cabelo, use quantidades moderadas de cremes, máscaras e condicionadores hidratantes. Esses produtos são importantes para garantir a emoliência e o brilho dos fios, mas, se usados em excesso, podem deixar o cabelo ainda mais oleoso. Também é importante tomar cuidado para não passar esses cosméticos na raiz do cabelo. Aplique-os somente na extensão dos fios.

5-Enxague bem os cabelos

 

Crie o hábito de enxaguar bem os seus cabelos depois de aplicar o shampoo e o condicionador. Não deixar vestígios de produtos é essencial para manter os cabelos livres da oleosidade. Diante disso, é fundamental que você se certifique de não ter sobrado nenhum resquício de cosmético no cabelo. Não enxaguar corretamente o cabelo pode obstruir os poros do couro cabeludo. Quando isso acontece, a oleosidade aumenta e a situação pode evoluir para uma dermatite.

6-Não passe a mão nos cabelos o tempo inteiro

 

Ficar mexendo no cabelo o tempo todo, seja por timidez, charme, mania ou para mudar o lado de repartição, é um hábito que compromete a beleza dos fios, deixando o cabelo mais oleoso, pesado e sem volume. A sujeira, a gordura e o suor acumulados nas mãos ao longo do dia favorecem a produção de óleo quando entram em contato com os cabelos.

7-Não dormir com o cabelo molhado

Evite dormir com o cabelo molhado ou úmido. Essa hábito aumenta a umidade no couro-cabeludo e favorece a proliferação da Malassezia Furfur, levedura que faz parte da microbiota da região, mas que em excesso está envolvida em quadros de oleosidade excessiva, caspa que caracterizam a dermatite seborreica.

8-Visite o dermatologista

 

Cabelo oleoso não é um problema para resolver unicamente em casa ou no salão de beleza. É importante consultar o dermatologista para descobrir as causas da oleosidade, ter acesso a tratamentos eficazes e checar se tal condição deu origem a quadros que exigem atenção especializada, como a dermatite seborreica.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como dermatologista em São Paulo e Belo Horizonte!

Por: Dra. Ana Paula Coelho

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *