Degradação de Papada: o que é e como funciona

Com o passar dos anos é comum o envelhecimento da pele, a perda da elasticidade e firmeza devido à queda da produção de colágeno. Essa flacidez na região do pescoço é responsável pela famosa papada que assombra muita gente. Outro fator que pode acarretar esse excesso de pele, em qualquer idade, é o processo de intenso emagrecimento e também as mudanças hormonais que interferem diretamente no metabolismo.

As pessoas recorrem aos mais variados procedimentos estéticos para reverter essa situação. Para aqueles que preferem evitar o bisturi, existe outra opção sem a necessidade de encarar o centro cirúrgico.

Se você é uma dessas pessoas que tem vontade de dar adeus de vez ao “segundo queixo”, mas prefere evitar uma cirurgia por enquanto, confira uma outra possibilidade que pode te fazer muito feliz.

Degradação da papada

A degradação da papada é uma técnica minimamente invasiva, realizada diretamente no consultório médico, que atua na deterioração da gordura existente na região do pescoço, melhorando a aparência do famoso “queixo duplo”.

A substância aplicada atua diretamente na área com o objetivo de reduzir o excesso de pele e também definir o contorno do rosto. O procedimento é rápido, praticamente indolor e possui uma recuperação tranquila, sem restrições. Após o procedimento o paciente pode retomar as atividades normalmente.

Como é o feita a aplicação?

O número de sessões ao longo do tratamento é variável, de acordo com a realidade de cada paciente. Normalmente, são necessárias de 2 a 5 sessões, respeitando um intervalo mínimo determinado pelo médico.

O profissional utiliza anestésicos locais para diminuir o desconforto na hora da aplicação e, geralmente, pode ocorrer uma reação inflamatória pós-procedimento, como inchaço, dores e, até mesmo, uma leve alteração da sensibilidade local nos primeiros dias.

Mas, não se preocupe, essas reações são normais e fazem parte do tratamento. Havendo alguma reação adversa, é importante manter sempre contato com o médico.

Quando é possível perceber os resultados?

Após 2 ou 3 sessões já é perceptível a diferença. Contudo, é importante observar e fazer o acompanhamento da evolução diretamente com o especialista. Como sempre há um espaço entre as sessões, é possível perceber mudanças significativas, em geral, a partir de 20 a 30 dias.

O resultado esperado é a redução, duradoura, da gordura localizada na região da papada, promovendo a definição do contorno do rosto, sem a necessidade de um procedimento cirúrgico, dando fim aquele “queixo duplo”.

Há alguma contraindicação?

Apesar de ser considerado um procedimento seguro, existem sim algumas restrições. Esse procedimento não é recomendado para portadores de doenças hepáticas e renais, pacientes hipertensos, portadores de doenças autoimunes, gestantes, lactantes, alérgicos as substâncias aplicadas e também quem possui algum tipo de nódulo na região.

Antes de realizar o procedimento é necessário que o médico verifique o histórico do paciente e garanta a sua segurança para executá-lo da melhor forma possível e alcançar um resultado satisfatório.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter, e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como dermatologista em São Paulo e Belo Horizonte.

Por: Dra. Ana Paula Coelho

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *