Para que serve o ácido hialurônico?

Atual aliado da beleza, o ácido hialurônico tem sido usado para vários fins estéticos, especialmente no combate ao envelhecimento e com bastante sucesso. A substância é originalmente produzida pelo organismo e encontrada nas articulações para servir como lubrificante.

A ciência identificou que além de lubrificar a área das articulações, o ácido hialurônico é um potencialíssimo hidratante e perfeito para preenchimentos faciais. Por ser natural, não causa reações alérgicas e deixa a expressão facial muito mais leve.

O que é o ácido hialurônico?

Após sair da fase de adolescência, o corpo atinge seu auge até os 25 anos, para em seguida começar um natural processo de envelhecimento. Nessa idade já começa a diminuir a produção de ácido hialurônico, que associado às perdas da produção de colágeno (a partir dos 30 anos), torna a pele mais flácida e permite o aparecimento de rugas e o ressecamento da pele.

Já nesse período, os tratamentos preventivos, para retardar os sinais do tempo e manter a pele mais vistosa e com textura uniforme, são muito importantes. Os produtos e tratamentos com ácido hialurônico são facilmente absorvidos pelo organismo, o que torna o resultado muito mais natural.

Gelatinoso, o ácido hialurônico é uma molécula que atrai e retém a água ao seu redor, tornando a região hidratada, com mais firmeza e viço. Sua estrutura serve para absorver choques e atritos das articulações, evitando danos aos ossos e cartilagens. Sua presença majoritária é na pele, onde preenche os espaços entre as células, fazendo com que ela se mantenha mais homogenia, elástica, lisa e hidratada.

O único problema é que o tratamento com ácido hialurônico não é definitivo e os efeitos negativos podem retornar em médio prazo. Para evitar esse processo, é preciso realizar manutenções a cada seis meses ou um ano.

Tratamentos com ácido hialurônico

Linhas de expressão, bigode chinês, olheiras, preenchedores, são várias as possibilidades de utilização do ácido hialurônico, em especial no rosto. Abaixo os tratamentos mais utilizados:

1 – Cremes com ácido hialurônico

Com menor durabilidade que todos os outros tratamentos com o ácido hialurônico, sua versão tópica é indicada para a prevenção. Ele aumenta a absorção de água da pele, mantendo-a mais hidratada e sedosa.

2 – Aplicação

São realizadas microinjeções na área afetada, para que o ácido hialurônico possa penetrar abaixo da pele. Dessa forma direta, o rosto fica muito mais hidratado e por longo tempo, diminuindo as rugas e linhas de expressão.

3 – Preenchimento

É indicado para casos mais intensos de rugas, onde ele é introduzido por uma micro agulha abaixo da pele, preenchendo os espaços deixados pelas rugas e tornando a pele lisa e elástica. Pode ser usado para aumentar os lábios e retirar o bigode chinês.

4 – Cápsulas

Só devem ser usadas por indicação de um dermatologista, mas as cápsulas ajudam a combater o envelhecimento e a manter a pele mais elástica e saudável. Tem ótimo efeito também para os olhos, ossos e cabelos.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter, e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como dermatologista em São Paulo e Belo Horizonte!

Por: Dra. Ana Paula Coelho

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *