Preenchimento de “bigode chinês”: conheça o procedimento

bigode chinês é aquela marca de expressão que fica ao lado da boca e se estende até as narinas quando sorrimos. Aparece e se torna estável na casa dos 20 anos e com o passar do tempo, se não houver tratamento, vai ficando mais profunda deixando o rosto com um aspecto cansado e envelhecido. Esta é uma queixa muito frequente nos consultórios de dermatologia.

Os tratamentos dessa queixa podem começar a partir dos 25-30 anos, porque é quando a pele começa a ficar mais flácida e começam a surgir as primeiras marcas de expressão como o bigode chinês. Mas é importante salientar que as pessoas que ainda não possuem essa marca no rosto podem se prevenir alimentando corretamente, usando protetor solar todos os dias e evitando hábitos nocivos como o cigarro. Esses fatores ajudam para preservar a pele jovem.

Existem muitos e diferentes procedimentos que ajudam na prevenção e no retardamento dessa linha de expressão. Neste artigo vamos conferir o tratamento de preenchimento do bigode francês, como ele age na pele e seus benefícios. Acompanhe!

 

Porque o bigode chinês surge no rosto?

Essa marca no centro da face é consequência do processo de envelhecimento facial. O passar dos anos promove modificações em várias partes do rosto, com reabsorção óssea, modificações dos coxins de gordura e afinamento da pele. Todas essas mudanças causam um desabamento facial com perda da sustentação da face. Um dos locais que marcam essa “queda” das estruturas faciais é o famoso bigode chinês. Algumas pessoas por predisposição genética ou pelo formato do rosto essa marca é mais intensa e surge mais precocemente. A prática de atividades físicas aeróbicas muito intensas, o não uso de filtro solar, poluição, estresse, má alimentação e tabagismo são fatores que aceleram o aparecimento do bigode chinês na face.

 

Preenchimento de ácido hialurônico para o bigode chinês

Este tratamento visa suavizar as marcas de expressão do bigode chinês por meio de aplicação de ácido hialurônico. Este ácido, de origem natural, é encontrado no nosso próprio organismo desde o momento em que nascemos. Ele é responsável por hidratar a pele. É por causa dele (e do colágeno) que, quando somos mais novos, a nossa pele é mais hidratada e firme, o que muda a medida que envelhecemos.

Este ácido é importante para as células da pele porque retém a água, fazendo com ela fique concentrada na pele por mais tempo. Assim, hidratando, tonificando e atuando como fortalecedor do colágeno, deixa a pele com aspecto jovem, bonito e jovial.

Agora que nós já sabemos da importância do ácido hialurônico, vamos descobrir como é o procedimento de aplicação deste ácido.

Como é feito o procedimento

A aplicação é feita através da injeção do ácido na região da ruga. Dependendo do caso, podem ser necessárias múltiplas aplicações para que o resultado esperado seja atingido. O ácido, após aplicado, preenche o vácuo que causou a ruga, deixando a pele lisa e hidratada, eliminando as marcas de expressão.

O procedimento é bem simples e não é necessário o uso de anestesia. Mas antes do procedimento, pode ser que o médico passe uma pomada anestésica para que a aplicação seja mais tranquila. A dor é mínima e o procedimento dura cerca de 30 minutos. A recuperação é bem tranquila.

Recomenda-se que o paciente não faça exercício físico nas próximas horas, passe bastante protetor solar e tome muita água.

O tempo de intervalo entra uma aplicação de preenchimento do bigode chinês e outra varia de paciente para paciente. No caso de pessoas mais jovens e com linhas finas, o procedimento pode ser realizado a cada 12 meses – pois é o período que o ácido demora para ser reabsorvido pelo organismo. Em pessoas mais velhas e com linhas mais grossas e profundas, o intervalo pode ser menor.

 

Porque muitas vezes é necessário preencher outras regiões da face?

Uma tendência atual da dermatologia estética é não tratar apenas a consequência, como também a causa do problema. Como o bigode chinês é uma consequência do desabamento da face, é necessário, muitas vezes, promover sustentação da face. Isto é possível com o preenchimento da região malar e zigomática ( bochechas).  Diferente do que muitos pacientes temem, esse procedimento não vai deformar ou engordar a face, quando realizado por um profissional treinado. Pelo contrário, esse procedimento vai reestruturar e harmonizar os compartimentos da face amenizando as modificações que ocorreram devido o envelhecimento.

 

É um procedimento isento de riscos?

Não. Nessa região passa uma artéria superficial que é a artéria angular e sua oclusão pode provocar sérias consequências. Portanto, o profissional deve ter um conhecimento anatômico detalhado da face, e ser preparado para eventuais intercorrências e complicações.

Este procedimento só pode ser feito por um médico habilitado, por isso, procure um profissional de sua confiança. Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter, e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como dermatologista em São Paulo e Belo Horizonte!

Por: Dra. Ana Paula Coelho

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *