Rejuvenescimento facial: saiba mais

O passar do tempo não pode ser controlado, não é mesmo? E, quando falamos de seus efeitos, é impossível não notar o impacto mais evidente que é causado no rosto. O envelhecimento vai trazendo indícios de que a pele já não conta mais com aquela vitalidade de antes, prejudicando a autoestima de homens e mulheres.

Mas, se o tempo não pode ser controlado, seus efeitos podem ser muito bem atenuados e melhorados. Nesse cenário, o rejuvenescimento facial consiste em um conjunto de técnicas que visam tornar a face mais jovial e mais protegida contra as investidas do correr dos anos. Quer saber mais sobre o assunto? Acompanhe a leitura!

O rejuvenescimento facial na Medicina de hoje

É comum que as pessoas tenham problemas com rugas, olheiras, depressões e outras imperfeições no rosto. A Medicina, nesse sentido, oferece vários tipos de tratamento para reduzir essas queixas e minimizar os efeitos negativos que elas causam.

As opções de tratamentos cirúrgicos existentes consistem em técnicas mais invasivas e agressivas, o que pode fazer com que muitas pessoas tenham receio em optar por essas alternativas.

O grande benefício atual dos procedimentos dermatológicos é a utilização de técnicas e procedimentos menos invasivos, preventivos e que permitem um tratamento global das estruturas faciais. Com o avanço das pesquisas e da tecnologia na área, os procedimentos se tornam cada vez menos agressivos e dolorosos, na maioria das vezes, sem necessidade de afastamento das atividades diárias.

Como é possível o rejuvenescimento facial?

O grande foco do tratamento é estimular a produção de moléculas de colágeno e elastina, responsáveis por delinear o rosto e deixá-lo mais vívido, firme e hidratado. Com o decorrer do tempo, é normal que a pele tenha dificuldade em produzir essa substância e se torne cada vez mais flácida, opaca e fina. Várias são as opções de tratamento que permitem um estímulo do colágeno na pele.

Os lasers, peelings médios, microagulhamento,luz intensa pulsada, dermoabrasão são capazes de fazer um estímulo da produção de colágeno na derme superficial, além de tratar manchas, vasos e deformidades na epiderme, camada mais superficial da pele.

A radiofrequência, ultrassom microfocado e aplicação de sculptra permitem um estímulo do colágeno mais profundo com melhoria da firmeza e sustentação da pele.

Já a aplicação da toxina botulínica atua na musculatura facial, bloqueando temporariamente a contração dos músculos responsáveis pelas rugas faciais e marcas de expressão. Quando iniciada precocemente possui um efeito profilático na prevenção da formação dessas marcas indesejáveis na face.

Por último, o preenchimento facial com ácido hialurônico permite um reposicionamento, volumização o e harmonização da face. A reabsorção óssea, redução e modificação dos coxins de gordura, que ocorrem durante o envelhecimento, podem ser amenizados com esse procedimento.

Portanto, o rejuvenescimento facial consiste na associação de várias técnicas e tratamentos de acordo com as necessidades individuais.

Quando iniciar os tratamentos para promoção do rejuvenescimento facial?

Não existe uma idade certa. As modificações do envelhecimento facial já podem ser notadas a partir dos 25-30 anos, mas fatores relacionados ao estilo de vida, hereditariedade e cuidados gerais variam as diferentes necessidades entre os pacientes. Sabe-se, entretanto, que quanto antes forem iniciados os cuidados dermatológicos mais natural e harmônico será o processo de rejuvenescimento facial.

Para conquistar bons resultados, o acompanhamento próximo do seu dermatologista é essencial. Só um especialista na área poderá indicar, com propriedade, as melhores práticas e tratamentos para cada caso.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter, e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como dermatologista em São Paulo e Belo Horizonte!

Por: Dra. Ana Paula Coelho

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *