Você sabe o que é tricologia?

Você já teve algum problema com seus cabelos? Caspa, aspereza, ou qualquer outro tipo de inconveniência que pode afetar profundamente a saúde capilar: seja qual for a questão, esses são problemas muito comuns. Neste ponto, entra em cena a tricologia, que vem para sanar todas essas complicações.

É frequente que as pessoas pensem que cuidar dos cabelos é algo relacionado apenas ao lado estético. Entretanto, vai muito além disso: distúrbios capilares podem envolver uma série de agravos na saúde, o que torna essa especialidade médica ainda mais necessária.

Mas afinal, o que é a tricologia?

Trata-se justamente da especialidade que cuida da saúde do couro cabeludo, aliando-se também à estética capilar. Assim, essa área dermatológica se responsabiliza por qualquer eventualidade que venha a prejudicar a saúde dos fios. Infecções, quedas, quebra de fios, inflamações no couro cabeludo e outros transtornos são trabalhados e revertidos com a ação da tricologia.

Essa área não apenas avalia a causa, mas também atua na resolução do problema e em seus métodos de prevenção, aos quais o paciente deverá se submeter para que a doença não ocorra novamente.

Mas a tricologia foca somente no lado estético?

Não! Esse é um pensamento equivocado que muitas pessoas nutrem. Nem sempre um problema capilar está relacionado ao uso errado de um cosmético ou ao uso constante de uma peruca ou boné, por exemplo. Há causas hormonais, nutricionais, metabólicas ou mesmo hereditárias que influenciam fortemente na estrutura capilar e na forma como os cabelos reagirão a essas complicações no futuro.

Tricologia é, sim, questão de saúde!

Casos e tratamentos mais comuns

Uma das situações tratadas com maior frequência pelos profissionais da área é a queda de cabelo. Nessa situação, o especialista identifica a causa, prescreve o tratamento mais adequado e também recomenda metodologias de prevenção. Há, no entanto, casos de doenças capilares crônicas e com prognóstico mais reservado. Um exame fundamental para o dermatologista efetuar o diagnóstico do paciente é a Tricoscopia. Através da ampliação da imagem em 20 a 70 vezes é possível identificar alterações sugestivas de uma ou outra patologia.

Problemas capilares relacionados a estresse, ansiedade ou alimentação errada também são averiguados pelos especialistas, uma vez que grande parte das doenças dos cabelos começa de “dentro para fora”. Isso não quer dizer que os tratamentos serão sempre simples. Há casos em que alguns procedimentos mais fortes e invasivos serão necessários para que a estrutura capilar tenha sua saúde devidamente revigorada.

Método eficaz: o laser na tricologia

O principal foco da tricologia é promover a recuperação dos fios, possibilitando que eles cresçam mais fortes e saudáveis. Nessa linha de tratamento capilar, o laser de baixa energia ( LED: diodo emissor de luz)é um procedimento que impulsiona a circulação no couro cabeludo sem quaisquer danos ou problemas.

Outro estímulo importante promovido pelo laser de baixa energia diz respeito à produção de células saudáveis na área capilar, com o intuito de gerar fios mais resistentes. Sintetizar proteínas, produzir ATP e inibir a absorção de DHT (di-hidrotestosterona) também são funcionalidades do laser, tudo para que os folículos produzam fios mais saudáveis. Existem no mercado dispositivos para uso domiciliar ou em consultórios médicos.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter, e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como dermatologista em São Paulo e Belo Horizonte!

Por: Dra. Ana Paula Coelho

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *